João Honrado

Home | Conhecer | Investigação | Testimonios
João Honrado

«A malta lia também ficção que às vezes entrava e havia lá uma biblioteca. Na altura era possível ler os livros da biblioteca que os presos tinham, que depois esteve muito tempo suspensa porque a gente arranjou um carimbo e pôs à biblioteca [o nome] “Soeiro Pereira Gomes”, os gajos então fecharam a biblioteca.»

In Vidas na Clandestinidade, Ed. “Avante”, 2011

Cuéntanos tu historia

Contribuye a nuestra memoria histórica colectiva

Si desea dejar su testimonio contribuyendo a nuestra memoria histórica colectiva, o poner a disposición un objeto/documento que sea relevante para el Museo Nacional Resistência y Libertad – Fortaleza de Peniche, déjenos un mensaje y nos pondremos en contacto com usted.

Déjanos tu testimonio
[contact-form-7 404 "Not Found"]