Memórias e vozes da resistência feminina: a narrativa das mulheres na resistência ao regime fascista português

Home | conhecer | investigacao | Projetos

Memórias e vozes da resistência feminina: a narrativa das mulheres na resistência ao regime fascista português

A pesquisa tem como objetivo contribuir para uma maior visibilidade feminina de ex-presas políticas, mulheres resistentes e mulheres familiares de ex-presos políticos, colaborando para aumentar a sua representatividade e de suas memórias nos museus, nomeadamente no Museu Nacional Resistência e Liberdade (MNRL), localizado em Peniche, Portugal.

Visto que os museus são instituições ao serviço da sociedade e do seu desenvolvimento, isso remete também ao dever museológico com questões como a igualdade de género, um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Neste estudo, considerando a relevância das mulheres no cenário da resistência ao regime fascista português, a proposta é reunir e analisar relatos de ex-presas políticas, mas também de mulheres antifascistas que nunca estiveram presas e familiares de ex-presos políticos, para levar a voz e as memórias dessas mulheres para o MNRL. Isso será realizado por meio de entrevistas com essas mulheres e visitas conjuntas ao MNRL para a identificação de ausências na expografia atual. Ao fim, os materiais, resultados e propostas expográficas serão cedidos ao MNRL.

O estudo busca valorizar as memórias femininas na luta antisalazarista e colocar em evidência a pauta da importância da voz feminina nos museus portugueses.

Doutoranda: Luiza Trápaga

Orientadora: Judite Primo